AC sedia encontro do Ministério Público sobre feminicídios até esta sexta

Procuradores de Justiça e corregedores do Ministério Público nos estados da Região Norte estão reunidos em Rio Branco, Capital do Acre, num encontro que dura até a sexta-feira (03), debatendo políticas públicas para essas instituições. O evento está ocorrendo na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), na Cidade Justiça, reunindo, além de chefes e corregedores do MP, membros do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e da bancada de parlamentares federais do Acre.

A programação teve início na quarta-feira (1), quando foi lançado o Livro “Feminicídios no Acre: Uma realidade a ser enfrentada”, diagnóstico produzido pelo Centro de Atendimento à Vítima (CAV), Núcleo de Apoio Técnico (NAT) e Diretoria de Comunicação.

Na mesma solenidade, foi anunciado a instalação da Ouvidoria das Mulheres no Ministério Público do Estado do Acre. Trata-se de um canal especializado para receber denúncias de violência doméstica e familiar, criado pela Ouvidoria Nacional do Ministério Público. Haverá, ainda, a entrega da Medalha do Mérito do Ministério Público do Acre, Grau Grão- Colar, ao procurador-geral de Justiça do Ministério Público Militar, Antônio Pereira Duarte.

Convidado a falar durante a abertura do encontro, o deputado Nicolau Júnior (PP), presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), destacou o trabalho do Ministério Público no combate à pandemia no Acre. “No momento mais difícil que passamos, o Ministério Público esteve muito perto, em todos os municípios, auxiliando e fiscalizando. A diminuição nos casos é devido também a esse trabalho sério de todas as instituições. A Casa do Povo tem uma relação de muito respeito, já que tem nos ajudado a fazer as coisas da forma correta”, disse Nicolau Júnior.