Acre tem segunda queda seguida no setor de serviços e registra recuo de 5,3% nos últimos dois meses

Dados divulgados na última terça-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que em outubro, pelo segundo mês consecutivo, o Acre teve queda no setor de serviços.

Os números analisados pelo Observatório do Fórum de Inovação e Desenvolvimento do Acre apontam que em outubro deste ano, o volume de serviços no Acre caiu 0,7% com relação a setembro, na série com ajuste sazonal, acumulando uma queda de 5,3% nos dois últimos meses.


“Essa perda não elimina o ganho do período abril-agosto de 2021 (10,9%), mas reduz o distanciamento com relação ao nível pré-pandemia. Em outubro, o setor de serviços do Acre estava 5% acima do patamar de fevereiro de 2020”, destaca a análise.


Em setembro, o Acre registrou a segunda maior queda no segmento em todo o país, ficando atrás somente de Sergipe, que registrou um tombo de 5,7%.


No acumulado do ano, o volume de serviços no Acre avançou 19,1% se comparado ao mesmo período de 2020. O acumulado nos últimos 12 meses passou de 13,7% em setembro para 16,2% em outubro de 2021, mantendo a trajetória ascendente iniciada em abril de 2021 (-4%) e alcançando a maior taxa no ano.