Após ser denunciado por assédio sexual e moral, diretor do Hospital de Saúde Mental do AC é exonerado

Após ser alvo de denúncias de assédio sexual e moral contra servidores, o diretor do Hospital de Saúde mental do Acre (Hosmac), Halisson Lima de Oliveira foi exonerado do cargo.

A decisão, assinada pelo governador Gladson Cameli, foi publicada na edição desta quinta-feira (21) no Diário Oficial do Estado (DOE). Na mesma edição, a nova gerente-geral do local foi nomeada. Quem assume a vaga é a médica psiquiatra Caroline Formiga.

O caso veio à tona depois que o vereador e presidente do Sindicato de Profissionais de Saúde (Sintesac), Adailton Cruz, recebeu os relatos dos servidores e levou para plenária da Câmara de Vereadores da capital.

Na época das denúncias, por meio de nota, a secretária de Saúde do Acre (Sesacre), Paula Mariano, disse que todas as medidas administrativas para avaliação foram tomadas e que um processo administrativo tinha sido aberto pela secretaria.

O presidente do sindicato informou ainda na época que reuniu documentos e testemunhas para formalizar uma denúncia junto ao Ministério Público do Estado contra o gestor.