Carnaval fora de época em Xapuri mudou de local e ocorreu em apenas um dia após orientação da PM-AC

O carnaval fora de época marcado para ocorrer nessa sexta-feira (10) e sábado (11) em Xapuri, no interior do Acre, teve que mudar de local e ocorreu somente em um dia. Isso porque, o comando da Polícia Militar na região orientou que o evento ocorresse em local fechado – menor – para que fosse possível garantir segurança ao público.


O evento estava marcado para acontecer na praça central da cidade, após a liberação da Prefeitura, que cedeu o local. A organização, inclusive, chegou a montar toda aparelhagem de som e tendas. O carnaval é um projeto aprovado pela Lei Aldir Blanc.


Acontece que o aviso sobre o evento chegou à Polícia Militar em cima da hora e, segundo a comandante da PM- AC na região, major Ana Cássia, não havia tempo hábil para organizar a segurança adequada, por ser um local aberto e que iria concentrar número grande de participantes.


Por isso, após reunir com a organização, ficou firmado um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) para que o evento fosse realizado em local fechado para se ter um controle maior do público.


“Para fazer qualquer evento de grande porte é necessário um planejamento prévio. Quando se vai fazer um evento no interior, precisamos de um tempo para se organizar e a demanda chegou muito em cima da hora. Então, não é que a PM não tenha efetivo, nós não tínhamos como mobilizar o efetivo.

Ainda segundo a major, não há informação sobre ocorrências policiais no evento. E ela não soube informar com relação ao quantitativo de público.


Ao ceder a praça da cidade para o evento, o prefeito Bira Vasconcelos (PT) afirmou que o carnaval faz parte de projeto cultural aprovado pela Lei Aldir Blanc, e tinha que ser realizado até o dia 31 de dezembro para prestação de contas junto ao Ministério da Cultura.
Para a sexta estava prevista apresentação de três bandas musicais e Djs e no sábado, o evento teria duas bandas e Djs, das 22h às 3h. Segundo a organização, eram esperadas cerca de 5 mil pessoas nos dois dias e seria cobrada a apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid-19.


Atualmente, somente a regional do Alto Acre está em bandeira verde (nível de Cuidado). Na última avaliação do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19, as regionais do Baixo Acre e Purus, e Juruá/Tarauacá-Envirana regrediram e retornaram para a bandeira amarela (Nível de Atenção).
No último dia 29 de novembro, o Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 atualizou o protocolo sanitário para eventos de entretenimento com grande público e também incluiu orientações aos estabelecimentos do setor. Com a flexibilização, eventos culturais, religiosos, shows artísticos, festivais e afins com público superior a 100 pessoas passaram a ser permitidos no Acre.