Com 15 registros, agosto é o mês com o menor número de mortes por Covid desde o início da pandemia no AC

O mês de agosto fechou com o registro de 15 mortes pela Covid-19, seguindo os dados dos boletins diários da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre). Com esse número, este foi o mês com menos óbitos desde o registro do primeiro ainda em abril do ano passado.

A primeira morte por Covid no estado foi confirmada no dia 6 de abril de 2020. Antônia Holanda, de 79 anos, estava internada na Unidade de Pronto Atendimento do Segundo Distrito, em Rio Branco – na época era a unidade de referência no atendimento dos casos de Covid. Em tratamento contra a doença, ela teve várias paradas cardíacas e não resistiu.

De abril do ano passado a agosto deste ano o estado contabilizou 1.814 mortes por Covid-19. Sendo que o mês com os maiores números, foi abril deste ano com 267 mortes. Depois desse pico em abril, os números começaram a cair. Em maio foram 133 óbitos, 76 em junho e julho teve 61.

Do número total de 1.814 mortes, 1.054 eram homens e 760 mulheres. A maioria, 1.207 tinham acima de 60 anos. Dentre os óbitos, 1.011 deles tinham alguma comorbidade, porém, verifica-se que 803 das pessoas que evoluíram para o óbito não tinham histórico de comorbidades.

Internações

Com a redução dos casos, o estado também vem apresentando redução nas internações. Até está quarta-feira (1), 19 pacientes estavam internados nos hospitais de referência, dos quais 14 com teste positivo para a Covid-19.

Há ainda 18 exames de RT-PCR à espera de análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Dos 70 leitos disponíveis na rede SUS em todo o Acre, sete estão ocupados. Com isso, a taxa de ocupação dos leitos é de 10%. São 50 leitos em Rio Branco e 20 em Cruzeiro do Sul.

O Acre está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril de 2020. Até a terça-feira (31), o estado acumulava 87.823 casos da doença. Número de casos também apresentou queda e no último mês foram registrados 682 novos casos da doença. Número é quase metade do registrado em julho (1.585).