Com sete registros, AC fecha outubro com menor número de mortes por Covid dos últimos 19 meses

Com sete casos, o Acre fechou o mês de outubro com o menor número de mortes causadas pela Covid-19 dos últimos 19 meses. O mês com menor registro de óbitos no estado até então tinha sido agosto, com 15 casos.

Embora o estado esteja em queda no número de casos desde julho, o mês de outubro fechou com 25% mais registros do que setembro, quando foram notificados 101 novos casos de Covid-19.

Internações

Com a redução dos casos, o estado também vem apresentando redução nas internações. Até esse domingo (31), 12 pacientes estavam internados nos hospitais de referência, dos quais seis com teste positivo para a Covid-19.

O estado tem 17 exames de RT-PCR à espera de análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Desde o início da pandemia, 81.050 pessoas foram contaminadas pelo novo coronavírus e 86.067 receberam alta.

O Acre está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril do ano passado, com uma taxa de incidência de 9.843,8 casos para cada 100 mil habitantes. A taxa de mortalidade em cada 100 mil habitantes é de 206 já a de letalidade – quantidade de mortos dentro dos números confirmados da doença – é de 2%.

Dos 70 leitos disponíveis na rede SUS em todo o Acre, dois estão ocupados até este domingo. Com isso, a taxa de ocupação dos leitos se mantém em 3%. São 50 leitos em Rio Branco e 20 em Cruzeiro do Sul.

Bandeira amarela

Após 15 dias da última avaliação, o Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 emitiu nova nota técnica no dia 15 de outubro e regrediu a regional do Baixo Acre, que inclui a capital acreana, Rio Branco, para o Nível de Atenção, representado pela bandeira amarela.