Educação adere ao programa Aprender Valor

Agência de Notícias

A Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE), por meio da Diretoria de Ensino, apresenta aos gestores escolares e equipes dos núcleos da SEE nos municípios, o programa Aprender Valor, voltado para estudantes do ensino fundamental. As inscrições para adesão das escolas ao programa vão até o dia 31 e podem ser feitas pelo site https://aprendervalor.caeddigital.net ou https://youtu.be/aTS9sIdW0Rg. Cada escola pode cadastrar uma turma de 5º, 7º e 9º ano.

O programa é uma iniciativa do Banco Central com o objetivo de levar Educação Financeira e Educação para o Consumo à milhões de estudantes e professores das escolas públicas brasileiras, incentivando os estudantes a desenvolverem uma relação focada, sustentável e consciente com o uso do seu próprio dinheiro desde a infância.As inscrições para adesão das escolas ao programa vão até o dia 31 de julho Foto: Material de divulgação

“O programa tem no momento, cinco aulas que serão desenvolvidas na rede. É uma iniciativa piloto que atende inicialmente três séries do ensino fundamental. Dia 15 terá uma live para esclarecermos as dúvidas e pedimos a participação das escolas”, concluiu a coordenadora estadual do programa Aprender Valor,  profª Marilene Costa.

A SEE vem realizando ao longo da semana reuniões on-line com os gestores das escolas públicas estaduais na capital e com as equipes dos núcleos da SEE no interior, para mostrar como funciona o programa e incentivar a adesão das escolas.

A ideia é preparar o aluno para lidar melhor com o dinheiro no dia a dia, antes mesmo de entrar no mercado de trabalho. O tema é abordado de forma integrada à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), dentro das aulas de Matemática, Língua Portuguesa e Ciências Humanas, de modo transversal.

A inclusão da Educação Financeira e da Educação para o Consumo nos currículos escolares, proposta pela BNCC, auxilia a inserção crítica e consciente de crianças e adolescentes no mundo atual, contribuindo para a constituição da cidadania. Além disso, aproxima o aprendizado escolar da vida prática, contribuindo para uma aprendizagem mais significativa.Dia 15 terá uma live para as escolas interessadas em aderir ao programa tirar dúvidas Foto: material de divulgação

O programa contempla a formação on-line de professores e gestores das escolas, com aplicativo de aprendizagem, metodologia e processos avaliativos, antes de iniciar a formação com os alunos que será no segundo semestre de 2021.

Os professores receberão formação prática de como ensinar esse tema na sala de aula, seguindo a BNCC, sem ter que deixar de ensinar o conteúdo curricular da sua disciplina para abordar os conteúdos propostos.

A formação dos gestores é com ênfase na gestão da aprendizagem, no trabalho colaborativo e na implementação de projetos escolares com Educação Financeira.

“Fomos apresentados ao programa no inicio de julho, por intermédio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), que trouxe representantes do Banco Central e do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (Caed/UFJF), para apresentar o programa. A primeira etapa foi a adesão da SEE, a segunda é a mobilização e a terceira a adesão das escolas”, pontuou a diretora de Ensino, Denise dos Santos.

Aprender Valor foi implementado em 2020, em caráter experimental, nos estados do Ceará, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e Pará, mas a partir de 2021 a iniciativa entra em expansão nacional.