Em trinta dias, Núcleo de Capturas da Polícia Civil prende mais de vinte pessoas no Acre

Ascom /Policia Civil do Acre

Como parte do planejamento estratégico de enfrentamento à criminalidade e à violência, diversos mandados de prisão têm sido cumpridos no intuito de desarticular grupos criminosos e pessoas que estão em débito com a justiça.

Nos últimos 30 dias, sob a coordenação do Departamento de Polícia Civil da Capital e do Interior (DPCI), o Núcleo de Capturas (NECAP) prendeu mais de vinte pessoas envolvidas em crimes como: homicídio, trafico, roubo majorado, furto, violência domestica, organização criminosa e associação para o trafico.

Em balanço geral dos 30 dias, foram capturados 23 pessoas, desses, alguns mandados foram cumpridos em desfavor de membros de organizações criminosas, considerados de alta periculosidade com posição de liderança dentro dos grupos criminosos que estavam soltos foragidos da justiça.

Dentre os presos está o foragido da justiça, W.R.A. de 33 anos, preso no bairro Tangará. Ele é condenado a quatro anos e quatro meses de reclusão em regime fechado. Ele é acusado de estupro e lesão corporal, crime ocorrido em 2009. O condenado recebeu beneficio de cumprir parte da pena com uso de tornozeleira eletrônica no mês 06/21 e em seguida violou o equipamento cortando a tornozeleira, estando foragido sendo localizado no dia de ontem 23/2/22. Ele encontra-se foragido já justiça há 8 meses.

O trabalho do Núcleo de Capturas é constante e ininterrupto. O trabalho de investigação é desenvolvido em consonância com as demais delegacias com principal foco no fortalecimento do combate à criminalidade e na retirada das ruas de pessoas que estão em débito com a justiça prestando um serviço essencial a sociedade na manutenção da segurança pública e na defsa da supremacia do interesse publico.

As ordens judiciais foram expedidas pela justiça do acre em processos já transitado e julgado com sentença definitiva por crimes supracitados. Competiu ao Núcleo Especializado em Capturas da Polícia Civil (Necap/PC) o cumprimento dos mandados de prisões em Rio Branco.