Equipes de limpeza começam a preparar parque de exposições para receber famílias atingidas por cheia em Rio Branco

Equipes de limpeza e manutenção começaram a organizar e preparar o Parque de Exposições Wildy Viana, em Rio Branco, para receber famílias que sejam atingidas pela enchente do Rio Acre. Os trabalhadores da prefeitura iniciaram o serviço, nesta quinta-feira (23), por causa das chuvas acima da média registradas em dezembro.


O Rio Acre chegou à cota de 11,02 metros nesta quinta na capital acreana. A coordenação da Defesa Civil Municipal informou que a quantidade de chuva prevista para todo mês foi ultrapassada desde o dia 15 de dezembro.
Até esta quinta foi registrado um volume de 470 milímetros de chuvas no acumulado, quando o esperado era 262 milímetros.

O órgão não descarta uma enchente ainda esse mês e, por isso, apresentou o plano de contingência para o caso de uma possível cheia.

A Defesa Civil do município confirmou que os trabalhos de limpeza podem ser estender até o sábado (25), caso seja necessário.


Esse ano, o parque de exposições chegou a abrigar mais de 100 famílias afetadas pela enchente do Rio Acre. Os moradores começaram a ocupar o espaço no dia 19 de fevereiro. No início de março essas pessoas iniciaram o processo de voltar para a casa após as águas do rio baixarem.


Ao menos 24 bairros de Rio Branco foram atingidos pela cheia e mais de 19 mil pessoas afetadas.

Após apresentação do plano de contingência contendo as ações que devem ser desenvolvidas em caso de cheia, que deve contar com pelo menos 18 secretarias da prefeitura, o prefeito Tião Bocalom, junto com o coordenador da Defesa Civil, fizeram uma vista ao Bairro Airton Sena, um dos primeiros a ser atingido pela cheia, em caso de transbordo do Rio Acre.