Eventos com mais de 100 pessoas são liberados nas faixas amarela e verde durante pandemia no AC

Já estão em vigor regras mais flexíveis para a realização de grandes eventos no Acre. A atualização da resolução que trata sobre o funcionamento e organização dos diversos seguimentos em meio à pandemia da Covid-19 foi publicada na edição desta segunda-feira (29) do Diário Oficial do Estado (DOE).
O Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 atualizou o protocolo sanitário para eventos de entretenimento com grande público e também incluiu orientações aos estabelecimentos do setor.


A flexibilização acontece em função do avanço da vacinação no estado, principal medida de prevenção da Covid-19, e da queda do número de casos da doença, óbitos e hospitalizações.
As regras foram atualizadas para a viabilização de eventos culturais, religiosos, shows artísticos, festivais e afins com público superior a 100 pessoas.


As lotações máximas desses espaços são determinadas conforme a classificação de risco. Na faixa amarela, de atenção, é permitido lotação máxima de 50% da capacidade dos locais. Já na faixa verde o limite aumenta para 80%.
Atualmente, todas as três regionais do Acre – Alto Acre; Juruá; e Tarauacá/Envira – estão na bandeira verde (Nível de Cuidado), a menos restritiva do plano criado pelo estado para a retomada das atividades de forma gradual e segura.

Passaporte da vacina
Para entrada nos eventos com mais de 100 pessoas é obrigatório a apresentação da carteirinha de vacinação comprovando a imunização contra a Covid-19. O decreto que prevê a obrigatoriedade do passaporte da vacina foi publicado nesta segunda-feira (29) no Diário Oficial do Estado (DOE).


Pessoas acima de 12 anos só participem de atividades culturais, feiras e jogos esportivos se estiverem vacinadas contra a Covid-19 com as duas doses ou dose única. A obrigatoriedade também vale para os funcionários dos eventos e atividades culturais, sociais e esportivas.
O comprovante de vacinação não será exigido para menores de 12 anos de idade e nem para pessoas com atestado médico que comprove que não pode se vacinar. Nesse último caso, é preciso apresentar teste RT-PCR realizado nas últimas 48h, ou teste rápido feito nas últimas 24h.


Regras para eventos
Conforme a nova resolução, durante os grandes eventos com mais de 100 pessoas é proibida entrada e permanência de participantes que apresentem sinais e sintomas de síndrome gripal.


Além disso, os organizadores devem orientar os participantes sobre o uso de máscara ao circular pelas áreas comuns, sobre a adoção do distanciamento social, e higienização frequente das mãos. Os banheiros, lavatórios e superfícies de áreas comuns também devem passar por higienização constante.