Idosos com dificuldade de locomoção e deficientes têm direito à vacinação em casa, determina lei

A lei 2.411, publicada nesta terça-feira (14), garante a vacinação de idosos e pessoas com deficiências em Rio Branco. De acordo com o decreto, o programa será destinado a pessoas com idade de 60 anos ou mais, que, comprovadamente, estejam impossibilitadas de se deslocar até o posto de vacinação e para pessoas com deficiência principalmente as que têm dificuldades em locomoção.

A adesão ao programa depende de indicação médica e se dará mediante cadastramento, que pode ocorrer mediante solicitação do paciente, de seus familiares ou de procurador por ele constituído; ou de ofício, pelo poder público.

As vacinas a serem aplicadas poderão ser:

  • Vacina contra a gripe (influenza);
  • Vacina contra pneumonia pneumocócica;
  • Vacina contra difteria e tétano (dupla bacteriana do tipo adulto-dt);
  • Febre amarela;
  • Hepatite;
  • Tríplice viral;
  • Meningite meningocócica; e
  • Doses de reforço e/ou vacinas eventuais e obrigatórias.