Jordão recebe implementação da Política Estadual de Saúde Indígena e do Idoso

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio dos Núcleos de Saúde das Populações Prioritárias e Vulneráveis, Saúde do Idoso e Educação em Saúde, esteve no município de Jordão para propor a implementação da Política Estadual de Saúde Indígena e do Idoso. A visita se deu entre os dias 29 de julho e 5 de agosto, quando várias ações foram viabilizadas e instrumentos criados para a garantia da promoção e equidade em saúde.

“As equipes do Estado, Município e Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) do Alto Juruá trabalharam em parceria em todos os momentos, fortalecendo a gestão municipal intersetorial no modelo de cuidado e atenção à saúde aos indígenas e idosos do município”, destacou o assessor técnico do Núcleo de Saúde das Populações Prioritárias e Vulneráveis, Vanderson Brito.

A visita transcorreu do dia 29 de julho ao 5 de agosto. Foto: Cedida

No fim de semana, a equipe visitou a Aldeia Altamira, no Rio Tarauacá, onde ouviu os anseios da comunidade indígena, dos agentes de Saúde e das lideranças locais do povo Huni Kuin. À agenda, estiveram presentes os representantes da Câmara de Vereadores, autoridades locais, como secretária de Educação e secretário de Saúde, além da equipe da Sesacre e membros das comunidades vizinhas.

“Durante a semana, nos reunimos com o gerente-geral, Nertan Mendonça, com o gerente administrativo e o gerente de Assistência da Unidade Mista de Saúde do Jordão. No encontro construímos os planos de metas e ações para a Saúde Indígena, instrumento fundamental para acesso a financiamentos especiais da Saúde Indígena, que trarão recursos para a melhoria no atendimento aos pacientes da Alta e Média Complexidade no município”, explicou Vanderson Brito.

Visita foi realizada por equipe dos Núcleos de Saúde das Populações Prioritárias e Vulneráveis, Saúde do Idoso e Educação em Saúde. Foto: Cedida

O Núcleo de Saúde do Idoso realizou capacitação para os profissionais da atenção primária sobre a caderneta de saúde e avaliação multidimensional do idoso.

“Encerramos a agenda com presença dos secretários, representantes dos órgãos municipais, sociedade civil e lideranças indígenas. No evento, o prefeito Naudo Ribeiro assinou a portaria que institui o Comitê Gestor Municipal Intersetorial. Com o apoio técnico do Estado, os membros desse comitê serão interlocutores da equipe gestora e da equipe executora, articulando as ações e as políticas de saúde do idoso e indígenas no município de forma intersetorial, auxiliando os gestores nas tomadas de decisão”, relatou Brito.