Limite para transação via PIX e cartão de débito será de R$ 1 mil das 20h às 06h

O Banco Central anunciou que o limite para transferência bancária via Pix será de R$ 1 mil entre as 20h às 06h.

A medida também vale para transferência entre o mesmo banco, cartão de débito e liquidação de TED, e foi tomada após o aumento dos relatos de golpes e fraudes utilizando esse tipo de serviço – e para aprimorar a segurança por meio do pagamento.

Os bancos e outras instituições financeiras agora terão prazo mínimo de 24 horas e máximo de 48 horas para efetivar um pedido do usuário para aumento de transações entre Pix, TEDs, boleto, cartão de débito. A idéia é impedir a possibilidade de aumento imediato e diminuir as situações de risco.

O BC vai anunciar a data a partir de quando a nova medida vai vigorar.

Desde o dia 1 de abril o limite está estendido, quando os clientes passarão a gerenciar os limites do PIX no próprio aplicativo da instituição financeira, como já acontece no limite do cartão de crédito da Nubank, por exemplo.

Porém, os valores máximos de movimentação ainda são de responsabilidade dos bancos, com base no horário, o dia da semana, o canal usado e a titularidade da conta.

O PIX pode ser usado por pessoas físicas e jurídicas a partir da criação de uma das quatro formas de identificação: CPF/CNPJ, telefone, e-mail ou chave aleatória. Cada pessoa física pode ter até cinco chaves e, pessoas jurídicas, até 20.