Marido de PM é morto a tiros por policial à paisana após bater na mulher e ferir populares com canivete no AC

Uma briga de casal acabou com um homem morto na madrugada deste domingo (19) em uma casa noturna do bairro Bosque, em Rio Branco. José Célio Pereira da Silva, 34 anos, foi morto com dois tiros após bater na mulher, que é policial militar, e ferir com um canivete as pessoas que tentaram defender a vítima.


O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) informou que um policial à paisana que estava no local reagiu e tentou conter Silva. Porém, o suspeito teria partido para cima do policial e foi ferido.


Populares que estavam no local falaram que o casal iniciou uma briga dentro da boate. Silva teria batido na companheira e as pessoas interviram para tentar conter o agressor.
Ainda segundo a polícia, José Célio Silva sacou um canivete e passou a ferir as pessoas que se aproximavam. Um homem se identificou como policial e mandou Silva parar, mas a ordem não foi obedecida.


Foi então que o policial teria efetuado um disparo contra o homem, que continuou avançando em direção dele e foi disparado um segundo tiro.


José Célio Silva morreu no local do crime. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas ao chegar no local o homem já estava morto.

O CICC não soube detalhar quantas pessoas foram feridas por Silva. A mulher dele permaneceu no local e prestou os esclarecimentos. Já a polícia não disse se o policial que atirou também se apresentou.
O corpo do suspeito foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) da capital acreana.