No Acre, concurso do Instituto Socioeducativo tem banca definida e comissão formada

Mais um passo foi dado para o lançamento do concurso público do Instituto Socioeducativo do Acre (ISE) anunciado no mês passado pelo governador Gladson Cameli. Após a contratação do Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade) para organizar o certame, o governo instituiu a comissão para coordenar e auxiliar os trabalhos.

O Ibade foi contratado no último dia 20 de agosto e a vigência para prestação dos serviços vai ser de 24 meses. Na edição desta quarta-feira (29) do Diário Oficial do Estado (DOE), foi publicado o decreto com a formação da comissão do concurso. O grupo é formado por 10 integrantes, sendo quatro da Secretaria de Planejamento e Gestão do Acre (Seplag) e seis do Instituto Socioeducativo.

A Seplag já havia selecionado os servidores que vão atuar como gestores e fiscais do contrato com o Ibade para assegurar que os serviços contratados vão ser executados.

O extrato de contrato adianta quais cargos devem ser contemplados no concurso ISE-AC. A oferta vai ser para os níveis médio e superior nas carreiras de agente socioeducativo e técnico administrativo e operacional. O documento não informou quais cargos devem ser ocupados por candidatos de nível superior.

A previsão é que a taxa de inscrição seja de R$ 35 para técnico, R$ 40 para agente socioeducativo e R$ 46 para cargos de nível superior. O número total de vagas e os salários ainda não foram divulgados.

Recentemente, também foi publicada uma portaria que estabelece os critérios das provas que vão compor a segunda fase do certame, sendo elas prova de aptidão física, exames psicotécnico, médico e toxicológico.