Pelo segundo ano consecutivo Acre não deve ter desfile cívico de 7 de setembro para evitar aglomerações

O governador do Acre, Gladson Cameli, disse nessa segunda-feira (23) durante a entrega de 28 novas ambulâncias para reforçar os atendimentos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que o Acre não deve ter desfile cívico de 7 de setembro este ano.

Caso o desfile não ocorra, esse será o segundo ano consecutivo que o evento não é realizado no estado devido à Covid-19.

“Não posso fazer um evento desse com insegurança. Enquanto eu não tiver a minha meta, que é vacinar 100% da população. As pessoas precisam ajudar, porque o povo, por exemplo, em Cruzeiro do Sul está correndo o risco de perder dose de vacinas porque as pessoas não estão indo tomar, eu não posso realizar esse tipo de evento”, afirmou.

Medidas mais severas

O governador afirmou ainda que estuda a possibilidade de endurecer as medidas para fazer com que a população compareça às unidades de saúde para tomar as duas doses da vacina.

“Vou me reunir com o comitê para tentar tomar medidas severas para quem ainda não tomou a primeira e segunda dose de vacina conta a Covid. As pessoas não estão dando ainda a importância que é preciso, principalmente em tomar também a segunda dose da vacina. A verdade é que a pandemia ainda não acabou”, complementou.