Por mais inclusão, Ufac reduz para 1 centésimo nota de corte do Enem para o Sisu

O Conselho Universitário (Consu) da Universidade Federal do Acre (Ufac) alterou para um centésimo a nota de corte do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ingresso nos cursos de graduação pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A nota de corte das áreas de conhecimento era 400 e da redação 500 pontos.


A votação do Consu ocorreu no último dia 29. A alteração contempla também alunos de outros estados.


A mudança já vale para o próximo edital do Sisu, que deve ser divulgado em janeiro. A primeira chamada do Sisu oferece 1.830 vagas e a segunda, que é feita no segundo semestre do ano, 530 para os cursos da Ufac. O número de vagas ofertadas não vai aumentar com a mudança.

A pró-reitora de graduação da universidade, Ednaceli Damasceno, disse que a proposta da mudança é garantir mais oportunidade para os alunos que querem começar um curso superior na universidade. Ela explicou que existia uma grande dificuldade para preencher todas as vagas ofertadas pelo Sisu ao longo do ano.

A pró-reitora de graduação destacou também que o aluno vai entrar com a nota que tirar no Enem, desde que esteja classificado dentro do número de vagas do curso que escolher. Ednaceli frisou que, pela metodologia do exame, é praticamente impossível o candidato zerar as provas.


A redução não altera, conforme a pró-reitora, a concorrência entre os cursos. “Essa alteração na nota de corte em nada altera essa concorrência. Esses cursos que são mais concorridos, como medicina, direito, psicologia, sempre têm uma lista de espera suficiente para ocupar todas as vagas. Mas, tem outros cursos menos concorridos na Ufac que na terceira ou quarta chamada não tem mais lista de espera. Então, para esses cursos é um benefício porque a gente vai conseguir, creio eu, ocupar todas as vagas”, complementou.


Redução no nº de inscritos
A pró-reitora destacou ainda que a pandemia fez o número de inscritos no Enem caírem em mais de 50% em 2020. Já em o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que o Enem de 2021 teve 18.375 pessoas com a inscrição confirmada no Acre, menor número desde 2013.

A pró-reitora disse acreditar que, com a alteração, a universidade vai se tornar um espaço mais diverso e ter mais pluralidade. “Vai trazer cada vez mais uma diversidade, a universidade é um espaço que é plural, o próprio nome já diz, universidade, que é um universo plural e inclusivo. Temos muita honra de estar nessa gestão, nesse trabalho, em uma gestão que pensa dessa forma, que tem essa concepção de universidade inclusiva”, argumentou.